analise_swot_

Você sabe o que é Análise Swot?

Quando se trata de planejamento estratégico, algumas etapas importantes na sua elaboração são consideradas, dentre elas, avaliar o mercado e estabelecer metas e ações para alcançá-las de modo a colocar a empresa em uma posição diferenciada no mercado.

De fato, no atual ambiente competitivo em que as empresas estão inseridas, torna-se crucial a percepção dos aspectos internos e externos que as influenciam, tendo em vista a eficácia das decisões de gestores de pequenas, médias e grandes empresas.

Porém, para que essas medidas sejam eficazes, é necessário conhecer os principais pontos fortes e fracos do negócio e como ele está associado ao mercado. É nesse sentido que a SWOT é uma ferramenta de gestão útil, amplamente abordada pelas grandes organizações, mas ainda pouco difundida entre as menores, o que é um equívoco.

A análise SWOT é bastante eficaz no entendimento e tomada de decisões nas diversas situações que uma companhia se defronta. Cada um dos termos de análise fornece uma situação que permite rever a estratégia, a posição e a direção de toda uma empresa ou de um negócio específico e, além disso, o seu uso pode ser feito em situações específicas, tais como o planejamento de negócios, o planejamento estratégico, a avaliação de concorrentes, planos de marketing, o desenvolvimento de negócios e produtos e em relatórios de pesquisa.

O que é Análise SWOT?

A SWOT é um acrônimo das seguintes palavras em inglês: Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats, que em português significam Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. O método de análise é utilizado para promover a avaliação de cenários de uma ou mais empresas, facilitando a visualização de suas características internas e externas, bem como as oportunidades e ameaças que as cercam.

Em se tratando do ambiente interno, a análise SWOT engloba as duas primeiras letras da sigla, ou seja, as forças e fraquezas institucionais. Neste caso, são considerados os fatores atuais, como pontos fracos, recursos, experiências, conhecimentos e habilidades. Por outro lado, o ambiente externo diz respeito às outras duas letras da sigla, isto é, oportunidades e ameaças futuras. Esse ambiente, enquanto macro, é formado por seis elementos que possuem relação entre si: mudanças tecnológicas, tendências demográficas, tendências culturais, clima econômico, condições legais e políticas; e, enquanto micro, o ambiente externo compreende três variáveis essenciais: clientes, fornecedores e concorrentes. Aqui, portanto, estão envolvidas questões fora da empresa e que fogem do seu controle.

Conceitos importantes da análise SWOT

Para você entender melhor como funciona essa análise, observe o quadro a seguir. Logo depois, descreveremos conceitos importantes dessa ferramenta.

Quadro base de Análise Swot

Forças

O primeiro ponto da análise SWOT se refere às forças da empresa, ou seja, analisar no que a organização é realmente boa. Aqui, entram não só as aptidões mais fortes que ela possui, mas também suas vantagens perante a concorrência.

Para definir esses tópicos de forma precisa, é necessário perguntar: quais atividades e recursos são mais bem desempenhados? Qual é a vantagem competitiva da organização e o nível de engajamento dos clientes? De um modo geral, as respostas devem sempre levar em consideração a vantagem que proporcionam sobre a concorrência: quanto melhor a posição da organização, mas importante esse ponto deve ser levado em conta.

Fraquezas

A segunda letra da sigla em questão se refere às aptidões que influenciam ou atrapalham o desenvolvimento dos negócios, ou seja, os pontos fracos internos. Dentro deste contexto, a organização deve se perguntar se tem ou não mão de obra capacitada, se existem lacunas de treinamento, por que a outra empresa é escolhida e não a dele e por que o engajamento não funciona.

É preciso observar e analisar os pontos fracos de forma isolada para perceber com maior clareza qual seus motivos e assim encontrar medidas que os minimizem e os solucionem. Outro ponto importante é assumir que a falha existe, pois só assim é possível consertá-la.

Oportunidades

A terceira letra da sigla SWOT está relacionada às características que influenciam uma empresa de forma positiva e dependem de fatores externos, portanto, não podem ser controladas, tais como mudanças político-econômicas e ampliação do crédito ao consumidor. Uma forma de identificar esses pontos é por meio de pesquisas que permitam a previsão de acontecimentos que impactem positivamente os negócios.

Ameaças

A quarta e última letra da sigla se refere às ameaças, ou seja, eventos com uma influência negativa sobre a empresa. Da mesma forma que acontecem com as oportunidades, as ameaças dependem de fatores externos e devem ser tratadas com muita cautela, já que podem prejudicar tanto o planejamento estratégico como os resultados.

Para que uma análise SWOT traga bons resultados para a organização, é necessário que todos os elementos citados sejam bem desenvolvidos e interpretados. Assim, a chance de oferecer um diagnóstico confiável e que integre as necessidades apresentadas são maiores, ressaltando as oportunidades e minimizando as ameaças do ambiente para a empresa.

Etapas da análise SWOT

De um modo geral e para que a análise SWOT tenha sucesso, é preciso seguir algumas regras. A primeira delas é analisar as áreas específicas em que a empresa atua, observar como a concorrência se comporta e, por fim, fazer um documento curto e simples para análise que leve em conta tanto o contexto interno quanto o externo. Ao fazer essa ponte entre os dois cenários, é importante considerar alguns fatores.

O primeiro deles é identificar os pontos fortes e fracos em relação aos concorrentes, procurando saber qual contexto interno proporciona essas características e promovendo ações que melhorem as fraquezas. Em um segundo momento, é preciso identificar oportunidades e ameaças ao mercado.

Assim, é possível prever como será a situação da empresa daqui a algum tempo, o que é considerado na elaboração do planejamento estratégico. Com todas essas informações na mão, o próximo passo é escolher as melhores táticas para aproveitar da melhor forma todas as oportunidades que surgirem no caminho e evitar problemas que atrapalhem a progressão da empresa.

E para as pequenas empresas?

Neste caso, a metodologia da análise não difere muito. Os processos e documentos se assemelham e não demandam alterações. Por vezes, vale a pena pensar nos concorrentes de forma macro e buscar oportunidades localmente.

Por fim, diante de um mercado cada vez mais exigente e competitivo, a análise SWOT permite que a empresa atue de forma mais segura perante as outras. Isso vale também para pequenas organizações. Utilizá-la o mais cedo possível ajuda no fortalecimento da marca frente aos concorrentes.

A análise SWOT, de modo geral, viabiliza informações úteis para o planejamento estratégico das organizações, sejam elas grandes, médias ou pequenas, que pretendem alcançar vantagens competitivas sustentáveis no mercado e serem um diferencial diante da concorrência.

Gostou do post? Quer saber mais sobre as áreas administrativas e estratégicas? Conheça nossos cursos de Administração EaD e presencial e Marketing EaD.

Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Download Premium WordPress Themes Free
download udemy paid course for free
download micromax firmware
Free Download WordPress Themes
free download udemy course

Publicado por em 3 de julho de 2019 | 1.421

Deixe um comentário

2 comentários.