Outubro Rosa: Acadêmicos do curso de Enfermagem da Unimar recebem integrantes do Grupo Amigos do COM para falar sobre câncer de mama

A Atlética do Curso de Enfermagem da Universidade de Marília (Unimar) promoveu palestra sobre o Câncer de Mama com a participação do Grupo Amigos do Centro de Oncologia de Marília (COM), que reúne ex-pacientes e equipe multidisciplinar da área da saúde. O evento integra ações que são realizadas mensalmente com o objetivo de transmitir informações e experiências, que em conjunto com as disciplinas da graduação, aperfeiçoam a formação profissional.

De acordo com o Presidente da Atlética, o acadêmico Vitor Leite, as atividades são realizadas com a participação de profissionais que são referência no segmento a ser debatido. “O papel da Atlética também é pensar em atividades que vão agregar conhecimento aos acadêmicos. Por isso, em parceria com a Coordenação do curso, definimos em realizar atividades que visam unificar o que aprendemos na graduação com a experiência dos nossos convidados”, explica.

Neste mês de Outubro falar sobre o Câncer de Mama é prioridade, já que todos os anos são 1,37 milhões de novos casos, segundo a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda segundo o Presidente da Atlética, é fundamental que os futuros profissionais da área da saúde estejam aptos à atender essas mulheres. “Nós estamos em uma cidade que abrange uma região com mais de 60 municípios. Precisamos conhecer e divulgar como diagnosticar e tratar a doença, porque ela tem cura”, ressalta Vitor Leite.

Há oito anos em atuação na cidade de Marília, o Grupo Amigos do COM dá o suporte humanizado as pacientes e seus familiares. Segundo a acadêmica do curso de Enfermagem, Jenifer Vitória, o Grupo realiza trabalho único com as pacientes. “Estas mulheres e profissionais da área da saúde, participantes do grupo, realizam excelente trabalho ajudando outras mulheres a vencer o câncer, através do acolhimento e do testemunho de suas batalhas”, conta.

Para o Presidente do Grupo Amigos do COM, o cirurgião plástico Léo Pastori Filho a organização nasceu da necessidade de unir as mulheres que estavam fragilizadas devido a descoberta e, depois, tratamento. “ Nós percebemos como estas mulheres precisavam de apoio, de transmitir suas dores e receber acolhimento. O Grupo se encontra a cada quinze dias, onde as pacientes podem contar sobre as etapas que enfrentam do tratamento, trocando experiências e confortando aquelas que acabaram de descobrir a doença”, explica.

Ainda segundo o Presidente, debater este tema na Universidade é unir forças. “Discutir com acadêmicos é esclarecer o fato no berço da formação profissional, reunindo a técnica com a humanização. Divulgando ainda mais o tema, mostrando às mulheres e seus familiares a importância do diagnóstico precoce para a eficácia do tratamento”, esclarece.

As palestras são abertas ao público. Mais informações sobre as atividades ou sobre o curso de Enfermagem da Unimar acesse www.unimar.br ou entre em contato através do número (14) 2105-4083.


Publicado por em 30 de outubro de 2019 | 291

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!