Campanhas publicitárias produzidas por acadêmicos da Unimar são finalistas no FestVídeo

Duas campanhas publicitárias produzidas por acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Marília (Unimar) estão no shortlist da categoria universitária no FestVídeo, maior prêmio do segmento no interior de São Paulo, promovido pela Associação dos Profissionais de Propaganda de Ribeirão Preto (APP). Os vídeos concorreram com mais de duzentas campanhas e fazem parte dos 20 selecionados. O resultado dos vencedores será divulgado no dia 15 de julho.

A Coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda, Débora Massarollo Ottoboni, contou que as campanhas foram desenvolvidas para o Prêmio Unimar de Comunicação com a temática doação de medula óssea. “Os vídeos foram produzidos no ano passado para o Hemocentro de Marília, em que o objetivo era a conscientização das pessoas sobre a importância de ser doador de medula óssea. Foi um trabalho incrível em que os alunos colocaram sua criatividade a prova, porque é um tema muito complicado para ser abordado, sendo necessário usar todas as técnicas informativas e emocionais”, explica.

O Prêmio Unimar tem como objetivo estimular os acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda a desenvolver as habilidades obtidas nas aulas, aplicando-as na produção, criação, gravação e edição de vídeos, spots de rádio e cartazes. A cada ano, um novo tema é proposto.

Segundo a docente do curso de Publicidade e Propaganda, Maria Inês Godinho, os cinco vídeos premiados na Universidade foram inscritos do FestVídeo. “Selecionamos as peças vencedoras do Prêmio Unimar e no final do ano, quando as inscrições foram abertas, as inscrevemos e tivemos a grata surpresa de duas delas entrarem para o shortlist. É bom ressaltar que os acadêmicos não só criaram as peças, mas também produziram, gravaram e a maioria editou. O que é muito bom porque eles acabam aprendendo todo o processo de produção audiovisual”, ressalta. Ainda segundo Maria Inês, a indicação em um Festival é um diferencial. “A indicação é muito importante para os alunos porque estão concorrendo com outros acadêmicos do interior, integrando uma lista pequena de selecionados. É uma conquista para ser colocada no portfólio e que o apoiará na construção de uma carreira”, diz.

Os acadêmicos Paulo Henrique Lima de Godoi e Maria Cláudia Schmidt Wenceslau produziram a campanha “Doe esperança”. Segundo eles, o conteúdo foi pensado para que pudesse ser divulgado nas mídias digitais, com linguagem fácil e instrutiva, levando a conscientização. Paulo ressalta a felicidade de ter a propaganda selecionada. “Eu sou apaixonado por audiovisual e estou lisonjeado. Para ser sincero é uma felicidade que não cabe dentro de mim e já me sinto vitorioso por ter entrado neste shortlist de um festival que é um dos mais importantes do interior”, comemora.

A campanha “Não podemos parar o tempo”, segunda selecionada, foi desenvolvida pelos acadêmicos Ana Beatriz Vicente, Leonardo Rennan, Izabelly Reis e Rafaela Ruy. O grupo criou um vídeo em que mostra a ação do tempo na busca pelo doador. Segundo Ana Beatriz, está sendo uma felicidade integrar a lista com uma campanha que visa ajudar as pessoas. “Ter sido selecionada foi uma alegria imensa. Nós do grupo, nunca imaginamos que poderíamos chegar a final, mas nos sentimos reconhecidos pelos professores por este apoio, porque mesmo não sendo

selecionados, só pelo fato da Universidade ter olhado para nós e dado esse apoio, é gratificante”, destaca.

A Coordenadora ressalta ainda que integrar o shortlist do FestVídeo demonstra a qualidade de ensino da Universidade de Marília. “Os vídeos estão concorrendo com outras 19 peças e a gente fica muito feliz só de estar entre os melhores porque demonstra a qualidade e o potencial que tem os alunos da Unimar”, finaliza


Publicado por em 19 de junho de 2020 | 801

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!