vida_academica_abnt_graduacao_pos_graduacao_mestrado_doutorado_vestibular_universidade

Qual o melhor periódico (revista científica) para publicar o meu trabalho?

A ciência é uma atividade coletiva, […] seus resultados devem ser comunicados através de uma linguagem exclusiva, que transmita, objetivamente, informações sobre os resultados das investigações conduzidas com rigor metodológico. […] Aventure-se e conte a história de sua investigação, acrescentando as potencialidades e as limitações que a tornaram possível e ainda mais próxima da realidade. Criatividadeé uma condição esperada para que a ciência se renove! Mas ciência não é literatura poética. Então, aqui se fala em criatividade científica. Você não tem de fazer um texto esteticamente bonito, mas cientificamente correto 

(TRZESNIAK; KOLLER, 2009, p. 20).

A importância de divulgar sua pesquisa…

Enfim, após horas (anos) de trabalho para elaboração do projeto, delineamento da metodologia, leituras, coleta de dados e discussões, começamos a almejar a publicação da nossa pesquisa em uma revista científica (periódico): queremos contar o que e como descobrimos e o que estes achados complementam o conhecimento já existente. 

 A publicação da sua pesquisa em revistas científicas faz com que ela alcance outros pesquisadores da área, expandindo o conhecimento e promovendo a interlocução entre grupos de pesquisadores com interesses semelhantes. Assim, vale ressaltar que as revistas científicas se diferenciam das populares por apresentar estudos e teorias decorrentes de uma metodologia científica, elaborados por profissionais da área e com temas específicos. Por isso, alcançam um conjunto restrito de leitores (SOARES et al., 2006).

Nas palavras de Sabadini, Sampaio e Koller (2009, p.15-16):

[…] publicar os resultados de uma investigação científica é uma forma de assegurar os direitos sobre descobertas e resultados, trata-se do registro legítimo das ideias e dos pensamentos de um(a) autor(a) […], exige muita coragem e ousadia, pois se trata de tornar totalmente transparente aquilo que fora gerado de forma reservada. É abrir-se sem medos ao julgamento de todos, especialistas, curiosos, críticos.  […] Ao publicar, o(a) autor(a) dissemina seu conhecimento e permite a outros pesquisadores refletirem sobre os resultados obtidos. Assim, é possível fazer-se inferência e conclusões sobre o alcançado, de forma que haja o intercâmbio de ideias e experiências. O conhecimento avança! 

Mas, onde posso divulgá-la?

Pensando na revista que você pode publicar a sua pesquisa, a primeira coisa que nos perguntamos é: onde encontro e quais são as revistas?

É notável o crescimento das revistas científicas na área da Psicologia no Brasil. Podemos observar, nessa perspectiva, a quantidade de revistas indexadas no Index Psi Periódicos, base de dados que controla as publicações da área – porém, sua última atualização foi em 2016. 

Outro local para procurá-las é o Portal de Periódicos Eletrônicos de Psicologia (PePSIC). Ele é uma fonte da Biblioteca Virtual em Saúde – Psicologia (BVS-Psi) e seu objetivo é contribuir para a visibilidade do conhecimento psicológico e científico gerado nos países da América Latina, a partir da publicação de revistas científicas em acesso aberto. Sua biblioteca conta com uma coleção de 112 revistas científicas, das quais 88 possuem títulos correntes e 24 tiveram a indexação interrompida pelo Comitê.

Pensando especificamente em revistas internacionaisdisponíveis, damos destaque para a Academia Americana de Psicologia (American Psychological Association – APA) que, sozinha, publica mais de 80 revistas científicas – veja o catálogo de 2019 aqui

Por último, mas não menos importante, temos o Qualis. Eleé um sistema usado para classificar a produção científica dos programas de pós-graduação e contém revistas nacionais e internacionais, uma vez que cumpre necessidades específicas do sistema de avaliação da CAPES. Isto é, ao fornecer uma hierarquia de qualidade das revistas científicas classificadas por Área (ex: Psicologia, Engenharia, Medicina, Fisioterapia), o Qualis assegura maior acessibilidade da comunidade científica ao trabalho realizado e, em decorrência, maior discussão dos seus achados de pesquisa. Vale ressaltar que os critérios de avaliação podem variar periodicamente, quando as Comissões de Área reveem os critérios, caracterizando-se como um sistema dinâmico (YAMAMOTO; COSTA, 2009). Você pode consultar as revistas classificadas na área da Psicologia e seus Qualis acessando a Plataforma Sucupira– confira a imagem abaixo. 

Fonte: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/

Sabendo onde encontrar a revista, como faço para escolher uma?

Alguns critérios são importantes e nos ajudam a escolher uma revista adequada para publicar nossa pesquisa. Enviar seu artigo para uma revista inadequada é um erro comum e acontece até com trabalhos de alto impacto, que podem ser rejeitados caso o tema não corresponda ao escopo da revista. Então, vamos aos critérios.

1 – Objetivos e escopo da revista: são informações sobre os tipos de trabalhos aceitos, o objetivo da publicação, a área do conhecimento e a natureza das contribuições. Você pode encontrar essas informações na página da revista, em uma seção geralmente chamada “Sobre a revista”. Como exemplo, veja a imagem, a seguir, sobre a Revista Psychology & Neuroscience.

Fonte: http://www.scielo.br/revistas/pn/pinstruc.htm

2 – Existem trabalhos semelhantes ao meu na revistadepois escolher algumas revistas que poderiam aceitar seu trabalho, com base nos objetivos e escopo dessas revistas, faça uma busca nos artigos usando palavras-chave para verificar já foram publicados trabalhos semelhantes ao seu. Veja um exemplo da Revista Paidéia (Ribeirão Preto):

Fonte: http://www.scielo.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/

3 – A revista publica trabalhos do tipo que escrevi? E agora, você deve estar se perguntando: existem tipos de trabalhos? Sim, e como exemplo podemos citar: revisões bibliográficas, relato de caso, relato de pesquisa, entrevista, entre outros. Além disso, cada tipo de trabalho tem suas especificações – veja o exemplo da Revista Psicologia em Estudo

Fonte:http://www.scielo.br/revistas/pe/pinstruc.htm

4 – Qual o Fator de Impacto da revista? O fator de Impacto é um indicador utilizado para medir as citações (“qualidade”) de uma determinada revista, porém muitos fatores podem influenciar nesse índice – não só o prestígio acadêmico das publicações que a revista faz. Veja a Revista Behavioral Neuroscience, publicada pela APA:

Fonte: https://www.apa.org/pubs/journals/bne/

Conclui-se, então, que escolher uma revista científica para publicar seu trabalho não é uma tarefa fácil e leva tempo.

E já que mencionamos a CAPES, outro tópico que precisa ser pensado é: o que são as agências de fomento (CAPES, CNPq, FAPESP) e qual a relação com os PPGs. Vamos falar sobre isso na nossa próxima matéria.

Quer conhecer as outras matérias da Série Vida Acadêmica? Clique aqui.

Mapa criado pela autora.

Referências

AMERICAN PSYCHOLOGICAL ASSOCIATION – APA. Apa Journals: catalog 2019. Disponível em: http://www.nxtbook.com/nxtbooks/apa/newjournal2019/index.php#/2. Acesso em: 3 set. 2019.
BVS PSICOLOGIA BRASIL. Literatura científica. Disponível em: http://www.bvs-psi.org.br/php/index.php. Acesso em: 3 set. 2019.
CAPES. Plataforma sucupira. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/index.xhtml. Acesso em: 3 set. 2019.
PEPSIC. Coleção da biblioteca. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_alphabetic&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 3 set. 2019.
SABADINI, A. A. Z. P. et al. (org.). Publicar em psicologia: um enfoque para a revista científica. São Paulo: Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia / Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2009.
SOARES, A. B. et al. A psicologia divulgada através de periódicos científicos indexados e através de revistas de grande circulação do Brasil: um estudo preliminar. Psicologia para América Latina,  n. 7, 2006.
TRZESNIAK, P.; KOLLER, S. H.  A Redação Científica Apresentada por Editores. InSabadini, A. A. Z. P. et al. (org.). Publicar em psicologia: um enfoque para a revista científica. São Paulo: Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia / Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, p. 20, 2009.
YAMAMOTO, O. H.; COSTA, A. L. F. A Avaliação de Periódicos Científicos
Brasileiros da Área da Psicologia. In:  Sabadini, A. A. Z. P. et al. (org.). Publicar em psicologia: um enfoque para a revista científica. São Paulo: Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia / Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, p. 189-199, 2009.

Autora: Tâmara Lindau: Fonoaudióloga e Mestra em Fonoaudiologia – UNESP/Marília; Doutora em Psicologia – UFSCar/São Carlos; Graduanda em Psicologia – UNIMAR/Marília

Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
download huawei firmware
Free Download WordPress Themes
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=

Publicado por em 20 de dezembro de 2019 | 1.329

Deixe um comentário

1 comentário.

  1. Everton Martins disse:

    Oi Tâmara, tudo bem? Parabéns pelo conteúdo. O material está muito bom.

    COnvido você a escrever um resumo dessa série de post no Blog do Mettzer. Basta entrar em contato comigo via e-mail que alinhamos os detalhes. 🙂

    Abraços